Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Mobilidade’

PC no formato de pendrive com dual-boot de Ubuntu e Android entra em pré-venda.

29, Fevereiro, 2012 Sem comentários

A empresa norueguesa FXI Technologies anunciou essa semana que começou a aceitar pedidos para o Cotton Candy, mini-micro-nano-pico computador que tem tamanho de pendrive, cara de pendrive, jeito de pendrive, mas não é um pendrive. É um computador, mesmo.Ele vem com processador ARM Cortex A9 dual-core rodando a 1,2 GHz, conexões WiFi, Bluetooth e conta com uma GPU ARM Mali 400 MP de quatro núcleos, que o torna capaz de reproduzir conteúdo em alta definição através de sua saída HDMI.

Já o armazenamento fica a cargo de uma entrada MicroSD. Tudo isso condensado em um corpinho de 8 centímetros de comprimento e 21 gramas de peso.

Rodando Ubuntu ou o Android, o Cotton Candy foi desenvolvido especificadamente para a nuvem e promete oferecer novas possibilidades a aparelhos que as pessoas já têm em suas casas. Altamente eficiente em energia, é alimentado por uma entrada USB, o que reforça a aparência de pendrive.

Cotton Candy: é um computador

“O aparelho será como um complemento a smartphones, tablets, notebooks, PCs e Macs, assim como adicionar recursos inteligentes a monitores, televisões, set top boxes e consoles (…) Nós estamos entregando a força de um computador e a rede a qualquer tipo de tela”, afirma a FXI em um comunicado oficial.

Segundo a empresa, as primeiras unidades do Cotton Candy serão despachadas já no mês de março aos clientes que estiverem dispostos a pagarem o equivalente a US$200 (R$ 340) pedidos em seu pré-venda. Mas a companhia lembra que a produção só deverá ser o suficiente para atender o mercado a partir da metade do ano.

Ao contrário do que pode parecer, o Cotton Candy não é um concorrente ao Raspberry Pi, outro computador de medidas diminutas que deverá chegar ao mercado até o final do ano. Com especificações bem mais modestas, foi desenvolvido para ações de inclusão digital e deverá custar US$ 35 (R$ 60) quando chegar às lojas.

Fonte: Tecnoblog

Conheça programa para rastrear computador perdido ou roubado.

9, novembro, 2011 Sem comentários

Os computadores portáteis tornaram-se ferramentas poderosas para quem precisa contar com um equipamento que possa ser levado a qualquer lugar. Porém, ninguém está livre de perder o equipamento, seja em situação de roubo, extravio ou esquecimento. Recentemente a polícia recuperou um laptop graças a programa que envia localização.

Dependendo da importância dos arquivos contidos nele, o prejuízo maior não é nem o valor da máquina, mas as informações armazenadas. Para prevenir, valem os cuidados de sempre, mas que tal contar com um aplicativo gratuito que disponibiliza a localização do computador num serviço na internet?

Nesta coluna, irei apresentar o Prey Project, um aplicativo de código aberto que permite rastrear o computador em caso de perda. O programa pode ser instalado no Windows, Linux, Mac e Android. A localização do equipamento fica disponível num serviço na internet, em que o usuário deve estar cadastrado previamente. A modalidade gratuita permite que sejam adicionados até três equipamentos para o monitoramento. Caso seja necessário adicionar mais computadores, é possível contar com a modalidade paga.

O instalador do Prey Project pode ser baixado no site do fabricante. Escolha a opção de download correspondente ao sistema operacional no computador a ser rastreado. Durante o processo de instalação, é necessário criar um usuário para acessar o painel de monitoramento no site. Esse usuário poderá ser adicionado em outras duas instalações de computadores, que também poderão ser rastreados. Para usuários do sistema operacional Windows, pode ser necessário autorizar a execução do aplicativo nos programas de segurança. Ao término da instalação, o agente de rastreamento ficará ativo e irá se reportar a cada 10 minutos ao painel de monitoramento. O tempo de envio da posição pode ser personalizado para cada equipamento.

Para acessar as configurações de usuário e verificar a situação dos computadores que estão sendo rastreados, basta acessar o site e autenticar no sistema. Já na página inicial ficam visíveis as máquinas monitoradas. Para definir configurações avançadas ou notificar a perda, é preciso clicar sobre a imagem corresponde ao dispositivo.

Eu baixei e instalei no meu Android e no meu note, há a opção de alerta de perda, assim os dispositívos sabendo que estão perdidos emitem relatórios de posicionamento e estado.

No caso do Android, ele me deu a posição do celular pelo GPS, e no caso do note, ele tirou uma foto usando a camera integrada, fez um print da minha tela e gerou diversas informações inclusive um traceroute.

Fonte: Portal G1

Blog do Miranda Mobile

31, julho, 2011 Sem comentários

Agora quem quiser acessar os conteudos do blog, basta acessa-lo pelo celular que o blog detectará o seu browser e ajustará o conteúdo.

Tudo isso graças ao WordPress Mobile Edition, de fácil instalação, consegui fazê-la do meu próprio celular.

Categories: Mobilidade Tags: ,

Vendas de smartphones registram aumento significativo no primeiro trimestre de 2011.

14, junho, 2011 Sem comentários

De acordo com o Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, as vendas de dispositivos móveis totalizaram 427,8 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2011, o que representa um aumento de 19% na comparação com o mesmo período de 2010. A comercialização de smartphones cresceu em ritmo mais acelerado do que os demais dispositivos no período, e o mercado competitivo levará a uma adoção em massa destes dispositivos.

“Os smartphones responderam por 23,6% das vendas totais de celulares no primeiro trimestre de 2011, um aumento de 85% em relação ao último ano”, disse Roberta Cozza, analista de pesquisa do Gartner. “Essa participação poderia ter sido ainda maior, mas os fabricantes anunciaram uma série de dispositivos mais sofisticados durante o primeiro trimestre de 2011 que não seriam lançados até ao segundo trimestre de 2011. Acreditamos que alguns consumidores adiaram as compras para esperarem por estes modelos”.

Globalmente, o terremoto e o tsunami no Japão terão um efeito menor sobre o mercado de dispositivos de comunicação móveis do que o inicialmente previsto. O Gartner estima que as vendas dos fabricantes para os canais cairão no segundo trimestre de 2011.

As vendas da Nokia nos três primeiros meses de 2011 chegaram a 107,6 milhões de unidades (conforme tabela 1). A participação de mercado da companhia registrou uma queda de 5,5% no período, levando-a ao menor patamar de vendas desde 1997. Desta forma, a Nokia adotará uma política agressiva de reduzir preços médios de vendas (ASPs) de seus produtos em mercados onde os provedores de serviços de comunicações (CSPs) controlarem os canais de vendas. Com isto, a empresa pretende manter a distribuição de dispositivos Symbian enquanto espera o seu primeiro telefone Windows 7 chegar ao mercado. No entanto, a Nokia enfrentará desafios de concorrentes Android e de algumas restrições de oferta do Japão.

Tabela 1
Vendas globais de dispositivos movies a usuários finais no 1º trimestre (milhares de unidades)

 

A Samsung teve o melhor primeiro trimestre de todos os tempos. A mudança para smartphones de alto desempenho, como a linha Galaxy, levou a um aumento em ASPs. Isto ajudou a compensar um aumento no custo dos materiais. A Samsung fez vários anúncios de produtos durante o primeiro trimestre de 2011. Entre eles, vários anúncios do smartphone Galaxy (como o Galaxy S II), o Wave 578, e novos modelos de tablets Galaxy Tab (10.1 e 8.9). Esses novos dispositivos, juntamente com os efeitos da sazonalidade e da expansão em mercados emergentes com dispositivos touch e dual-SIM, deverão ajudar o desempenho da Sumsung no segundo trimestre de 2011.

A Apple vendeu 18,6 milhões de unidades para usuários finais mundialmente, mais do que dobrando as vendas anuais de iPhones. Esse crescimento veio de todas as regiões: agora o iPhone está disponível em 90 países de 186 CSPs. “Esse sólido desempenho ajudou a Apple a consolidar sua posição como a quarta maior marca no mercado geral de comunicação móvel,” disse Carolina Milanesi, vice presidente de pesquisas do Gartner. “Considerando-se o preço acima da média do iPhone, este resultado é excepcional e destaca o impacto que uma marca muito desejada pode ter sobre um produto.” As vendas para o final do primeiro trimestre de 2011 estavam levemente maiores do que o normal, pois a Apple não somente continua a se expandir em mercados como a China, onde a distribuição é mais fragmentada, mas também ampliou seu alcance em novos CSPs.

A HTC registrou um primeiro trimestre muito forte, com 9,3 milhões de dispositivos de comunicação móvel vendidos e passou para a 7ª posição. Produtos high-end ajudaram o bom desempenho da empresa  com os principais CSPs dos Estados Unidos, e no primeiro trimestre de 2011 ela se tornou a segunda fabricante de smartphones na região, ultrapassando a Research in Motion.

Embora nos mercados maduros a mudança de telefones com recursos para smartphones esteja acelerando, no geral os smartphones passaram para o mercado inferior (down-market) no primeiro trimestre de 2011. Vários fabricantes, incluindo HTC, Sony Ericsson, Alcatel e ZTE, anunciaram um portfólio mais amplo de dispositivos midtier, baseados principalmente em Android, que vão chegar ao mercado no segundo trimestre de 2011.

O Android e iOS da Apple continuaram a dominar a guerra dos sistemas operacionais para smartphones. Porém, a grande notícia do primeiro trimestre de 2011 foi a aliança estratégica da Nokia com a Microsoft para o Windows Phone 7, e a retirada do Symbian. “Isto vai precipitar a corrida dos concorrentes para capturar a fatia de mercado do Symbian” afirma Cozza.

No primeiro trimestre de 2011, a RIM anunciou que faria a transição de seu portfólio de Blackberry para a plataforma QNX em 2012. Isto deverá fazer com que seus smartphones fiquem mais competitivos em recursos gráficos, desempenho e toque, e unificar a experiência dos usuários de tablets e smartphones da RIM.

O Windows Phone apresentou apenas vendas modestas, que chegaram a 1,6 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2011, pois os dispositivos lançados no final de 2010 não conseguiram crescer na preferência dos consumidores e os CSPs continuaram a se concentrar  no Android. No longo prazo, o suporte da Nokia vai acelerar a momento do Windows Phone.

Os analistas do Gartner acreditam que a mudança para um foco no ecossistema, aplicação e serviços é um fator crítico para o sucesso dos fabricantes. “Toda vez que um usuário faz o download de uma aplicação nativa em seu smartphone, ou coloca seus dados em algum serviço de nuvem de alguma plataforma, ele está se comprometendo com um determinado ecossistema e reduzindo as chances de mudar para uma nova plataforma. Esta é uma vantagem para os atuais proprietários do ecossistema, Apple e Google,” disse Cozza. Da mesma forma, ao colocar seus dispositivos em um contexto de um ecossistema mais abrangente, os fabricantes precisam começar a ver seus smartphones como parte de um continuum computacional.”

“O crescimento de 13,3 milhões de unidades no inventário do canal, juntamente com uma maior tranquilidade na demanda dos usuários em mercados emergentes, registrada no início do segundo trimestre de 2011, nos levam a ser cautelosos com relação às vendas para o restante do ano,” disse Milanesi. “Atualmente, estamos revisando para baixo nossa estimativa de vendas para 2011, como resultado dessas tendências, e prevemos que deverá cair para um valor entre 1,790 bilhões e 1,795 bilhões de unidades.”

Sobre o Gartner

O Gartner é líder mundial no fornecimento de pesquisas e aconselhamento na área de tecnologia da informação. O instituto fornece as análises de TI necessárias para seus clientes fazerem as escolhas certas todos os dias. De CIOs e diretores de TI em corporações e agências governamentais a líderes em empresas de alta tecnologia e telecomunicações, passando por investidores deste mercado, o Gartner é parceiro indispensável para 60 mil clientes em 10 mil companhias diferentes. Fundado em 1979, o Gartner tem sede em Stamford, Connecticut, e possui 4.000 associados, sendo 1.200 analistas de pesquisa e consultores em 80 países.

No Brasil, o Gartner está presente com três unidades: Gartner Research, que oferece pesquisas e aconselhamento para profissionais, fornecedores e investidores de TI; Executives Programs, grupo de CIOs alimentado pelo conteúdo Gartner com mais de 3 mil membros em todo o mundo; e Eventos, com simpósios e as três Conferências anuais sobre Integração de Aplicativos, Outsourcing e o Futuro da Tecnologia.

Para obter mais informações, visite www.gartner.com

Fonte: PLANIN Worldcom – Assessoria de Imprensa e Comunicação do Gartner

 

Designer cria conceito de smartphone com 3 displays

20, Janeiro, 2011 Sem comentários

Conheça o Flip Phone, um aparelho diferente de tudo o que você já viu. Ele tem três telas e pode ser adaptado para diferentes necessidades, aumentando bastante a funcionalidade de smartphone.

O conceito do “Flip Phone” é extremamente criativo e audacioso. É um aparelho com Android e três telas de AMOLED protegidas com Gorilla Glass (conhecido como vidro inquebrável) que podem ser montadas de diferentes maneiras.

Além do formato mais comum dos smartphones, o Flip Phone pode utilizar duas telas, como um pequeno livro, ou até mesmo três telas juntas (neste último caso, o formato do aparelho é bastante peculiar, como uma barraca). Com três displays, as possibilidades de ajuste da visualização aumentam, assim como o posicionamento para visualização por mais de uma pessoa. Na horizontal, o aparelho ainda lembra um despertador.

Pelo o que se percebe no vídeo de demonstração, o compartilhamento através do Flip Phone é extremamente prático. No vídeo, dois aparelhos foram colocados lado a lado e bastou arrastar o conteúdo de um para o outro.

O criador do conceito, Kristian Ulrich Larsen, ainda deu um jeito de projetar um teclado Qwerty no aparelho!

O Flip Phone é, por enquanto, apenas um conceito. Realmente, é um aparelho diferente, moderno e, pelo o que o vídeo demonstra, funcional. Resta saber se um dia ele vai se tornar realidade.

Fonte: Baixaki

Vivo vende Galaxy TAB a partir de R$ 599

19, novembro, 2010 Sem comentários

Última operadora a detalhar os planos de venda do tablet da Samsung, o Galaxy TAB, a Vivo oferece o aparelho por ofertas entre R$ 599 e R$ 2.299, dependendo do plano contratado.

O aparelho está disponível nas lojas da operadora de São Paulo e Rio de Janeiro. O tablet estará disponível no decorrer da próxima semana em todos os Estados do país.

Na contratação do Plano Vivo Você 100 com 4 Gigabytes de dados, o modelo sai por R$ 1.299.

O Galaxy Tab é compatível com a tecnologia 3G, e vem com a mais nova versão do sistema operacional Android Froyo 2.2 desenvolvido pelo Google. Ele será comercializado pela Vivo com capa protetora, fone de ouvido Bluetooth e cabo USB.

Além da Vivo, as operadoras Claro e TIM também vendem o Galaxy TAB no Brasil.

Fonte: Site Baguete

Links Relacionados

– Loja virtual da Vivo

– Hotsite do Galaxy Tab Samsung

Categories: Mobilidade Tags: ,

TIM cria mapa que exibe falhas na cobertura da própria rede.

15, novembro, 2010 Sem comentários

Não é sempre que uma operadora de telefonia admite publicamente que a sua rede tem falhas. Por isso, quando o fazem, isso vira pauta em vários veículos. Já aconteceu com a operadora americana AT&T, quando ela criou um aplicativo para iPhone que permitia aos usuários do aparelho reportar áreas com problemas. E agora foi a vez da brasileira TIM seguir o mesmo passo, não apenas para usuários de iPhone e sim para todos os seus clientes.

A operadora lançou na semana passada o site CoberturaTIM.com.br. Nele é mostrado os municípios brasileiros já cobertos (MC), onde há falhas de cobertura (AC), seja em rede de voz ou de dados, onde já estão sendo feitas melhorias (MS) e também permite que os clientes apontem o local onde há cobertura ruim – para registrar tais reclamações, use esse link.

Além do site, a TIM também lançou um serviço de SMS que permite que os seus clientes verifiquem se há cobertura em determinado CEP. Para isso basta mandar uma mensagem de texto contendo apenas o CEP do local para o número 237 e esperar a resposta. Essa mensagem não é cobrada.

Fonte: TecnoBlog

Categories: Mobilidade Tags: ,

Banda larga móvel cresceu 17% no trimestre.

24, agosto, 2010 Sem comentários

A banda larga móvel cresceu 17% no Brasil no último trimestre, alcançando dois milhões de novos usuários e um total de 13,9 milhões de acessos.

É o que revela o “Balanço da Banda Larga”, divulgado pela fabricante de equipamentos de telecomunicações Huawei. Segundo o estudo, a estimativa para o final do ano é que existam 18 milhões de acessos de banda larga móvel no país.

De acordo com a pesquisa, a cobertura deste tipo de serviço no país já atinge 13,3% dos municípios, estando disponível para 65,2% da população.

O levantamento da Huawei, feito em parceria com a consultoria Teleco, mostra ainda que todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes já são atendidas pelas quatro maiores operadoras presentes no país.

O balanço indica também que grande parte dos dois milhões de novos acessos do último trimestre representam um crescimento de 17% em relação ao trimestre anterior, totalizando 6,9 milhões de novos usuários no 1S10.

Para efeito de comparação, a banda larga fixa teve um crescimento de 3% em relação ao segundo trimestre de 2009.

Separando o tipo de acesso na banda larga móvel, os modems 3G atingiram 3,5 milhões de acessos.

O principal uso deste serviço no Brasil ocorre via aparelhos celulares e smartphones, com 10,4 milhões de acessos.

“Um a cada cinco celulares vendidos no mundo é um smartphone, e no futuro o principal dispositivo de acesso à internet será o smartphone, não mais o PC”, afirma Eduardo Tude, presidente da Teleco.

O levantamento da Huawei ainda indica que o preço da banda larga móvel no Brasil está acima de valores praticados no resto do mundo. Um pacote de dados de 500 MB custa, em média, R$ 69,90 ao mês no país, contra uma média de R$ 54,93 no Chile, R$ 32,01 na Argentina e R$ 28,98 no México.

Já um plano de 1 GB custa, em média, R$ 84,90 no Brasil, contra R$ 72,97 na Espanha, R$ 41,82 no Reino Unido (em um plano de 3 GB de dados) e R$ 36,24 em Portugal (em um plano de 2 GB).

A pesquisa identificou também que as operadoras móveis abandonaram a venda de novos planos com cobrança por velocidade de dados. Três operadoras (Vivo, Claro e Oi) hoje trabalham com volume de dados, com pacotes que vão de 10 MB (R$ 9,90) a 10 GB/mês (R$ 199,90). Apenas a TIM vende planos de dados baseados em horas, com planos a partir de 20 horas/mês.

Fonte: Site Baguete

Categories: Mobilidade Tags: , , , ,
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux