Arquivo

Textos com Etiquetas ‘XTM’

Websense divulga relatório de segurança.

5, agosto, 2013 Sem comentários

Websense & WatchGuardO Websense Security Labs revela as descobertas de pesquisa que apontam para um crescimento exponencial em tendências mundiais de ataques virtuais no último ano.

“Em um ano, o número de ataques maliciosos virtuais aumentou quase 600%”, disse Charles Renert, vice-presidente do Websense Security Labs. Segundo ele, esses ataques foram principalmente realizados em sites legítimos, e desafiam as abordagens tradicionais à segurança e confiabilidade. A natureza temporal e direcionada dessas ameaças avançadas revela uma nova classe de hackers sofisticados trabalhando para comprometer alvos cada vez mais valiosos. Técnicas de segurança pró-ativas e em tempo real, que inspecionam o ciclo completo de uma ameaça, são as únicas que podem suportar esses ataques e evitar o roubo de dados.

Aqui estão os destaques do Relatório de Ameaças 2013 da companhia, baseado em uma comparação anual das ameaças via web, e-mail, dados, redes móveis e sociais. Nele consta que toda semana, as empresas enfrentaram uma média de 1,719 ataques para cada 1.000 usuários; O número de websites maliciosos aumentou quase 600% no mundo todo; O número de sites maliciosos na América do Norte aumentou 720%, e a região EMEA registrou um aumento de 531; e 85% dos sites maliciosos estavam hospedados em empresas de hospedagem legítimas.

Principais Resultados da América Latina:

Um indicador primário da atividade global das ameaças cibernéticas é o número de links maliciosos que surgiram. No ano passado, enquanto a quantidade de links desse tipo cresceu quase 600% em todo o mundo, o crescimento na região latino-americana foi de 491%, superando amplamente muitas defesas tradicionais.

A América Latina não se encontra representada entre os dez principais países que mais hospedaram malwares em 2012, sendo a maioria de países europeus. No ranking regional, os dez principais países “vítimas” de crimes cibernéticos foram: México, Brasil, Argentina, Chile, Colombia, Perú, Costa Rica, Equador, Guatemala e Panamá respectivamente.

Brasil e México estão na lista dos dez países que mais utilizam o Twitter (nas posições 2 e 7, respectivamente), sendo esta a rede social que apresentou em 2012 maior aumento do uso de links da Web reduzidos para difundir ameaças maliciosas. E o Facebook continua dominando o mercado global das redes sociais, o que também lhe confere ser um dos principais vetores de ataques virtuais. Brasil e México estão entre os dez países do mundo que apontam maior uso de Facebook, ocupando as posições 2 e 5, respectivamente.


A Websense é líder global na proteção de organizações contra os ataques cibernéticos e furto de dados. Seus produtos estão presentes no Security Bundle da família XTM da WatchGuard, e que além de contar com o WebFiltering, possui o RED (Reputation Enable Defense), um serviço baseado em nuvem que pontua URLs de acordo com seu nível de ameaça. Permitindo assim, acessar URLs confiáveis com inspeção mais superficial, executar inspeções mais rígidas em URLs menos confiáveis e simplesmente bloquear as nocivas.

A Netrunner Tecnologia comercializa, implanta e suporta toda a família XTM da WatchGuard.

Mais informações: www.netrunner.com.br/parceiros_watchguard.aspx

Para baixar o relatório original clique aqui.

Fonte: Site Risk Report

Categories: Geral Tags: , , , ,

WatchGuard apresenta solução de DLP no XTM.

5, agosto, 2013 Sem comentários

WatchGuard Apresenta Solução de DLP – Prevenção de Perda de Dados para UTM – Gerenciamento Unificado de Ameaças; Configuração de Um-Clique Simplifica o Cumprimento de Normas Globais de Regulamentações.

Watchguard, a melhor solução de UTM agora com DLP

Watchguard, a melhor solução de UTM agora com DLP

Uma biblioteca com mais de 200 normas predefinidas e aplicadas a vários países (inclusive o Brasil) protege de forma proativa os dados pessoais, financeiros e de saúde.

A WatchGuard® Technologies, líder mundial em soluções de segurança digital, anuncia a solução para Prevenção de Perda de Dados (Data Loss Prevention – DLP) para sua plataforma de Gerenciamento Unificado de Ameaças (Unified Threat Management – UTM), que simplifica o cumprimento das principais normas regulamentares nos mercados-chave em todo o mundo. Os usuários podem fazer sua seleção a partir de uma biblioteca pré-configurada de mais de 200 normas que monitoram vários tipos de arquivos, normas e dados confidenciais. Isso inclui números de identificação nacional e outras Informações Pessoalmente Identificáveis (PII) e permite verificações complexas para a HIPAA (Lei de Portabilidade e Responsabilidade de Seguro Saúde) e para a PCI (Indústria de Cartões de Pagamento) com um único clique. Isso permite que as companhias protejam instantaneamente os dados e evitem infrações regulamentares onerosas, que podem chegar a até $5,4 milhões por infração.

“Desde 2005, mais de 600 milhões de registros foram violados, e os riscos continuam aumentando, ao passo que as companhias se esforçam para proteger os dados diante de exigências regulamentares cada vez mais complicadas e numerosos tipos de arquivos”, disse Roger Klorese, diretor de gestão de produtos da WatchGuard. “Com a nossa vasta gama de conjuntos de normas pré-configuradas para a Prevenção de Perda de Dados, eliminamos instantaneamente o risco de problemas de configuração para os nossos clientes. O mais importante é que como fornecemos proteção contra a perda de uma vasta gama de tipos de arquivos, nós ajudamos a lidar com uma das principais preocupações com segurança dos nossos clientes, que é a perda acidental causada por empregados bem intencionados.”

Em uma recente pesquisa realizada pela WatchGuard, 65% das companhias informaram que ainda não possuíam uma solução para Prevenção de Perda de Dados implantada, apesar de estarem expostas à possibilidade de pagarem multas de milhões de dólares resultantes da perda de dados confidenciais.

“Em um estudo global com profissionais de rede, 35% dos que não possuíam um sistema de Prevenção de Perda de Dados consideravam o custo desse tipo de solução um problema”, disse Klorese. “A boa notícia para os profissionais de TI é que ao escolherem uma solução de Prevenção de Perda de Dados que seja integrada com a Gestão Unificada de Ameaças, as companhias podem simplificar sua proteção de dados e reduzir ao mesmo tempo seu custo total de possuir a garantia quase pela metade. Além disso, a Plataforma de Gestão Unificada de Ameaças da WatchGuard é 3,5 vezes mais rápida que os produtos de concorrentes com preços semelhantes, de modo que os clientes podem ter certeza de que ao acrescentarem soluções de Prevenção de Perda de Dados à sua solução de Gestão Unificada de Ameaças, o desempenho da rede não será afetado.”


A Netrunner Tecnologia comercializa, implanta e suporta os produtos da família XTM da WatchGuard, com essa nova funcionalidade os atuais clientes podem adquirir essa funcionalidade, estando assim mais protegidos contra vazamento de dados sigilosos.

Mais informações: www.netrunner.com.br/parceiros_watchguard.aspx

Fonte: IMS Brasil

Categories: DLP, Firewall Tags: , , ,

WatchGuard anuncia expansão no Brasil.

2, agosto, 2013 Sem comentários

Para acelerar ainda mais o forte desempenho que a WatchGuard® Technologies vem obtendo no Brasil , país que está entre os mais representativos nos planos estratégicos da companhia na região da América Latina, a subsidiária está investindo em novas contratações e na ampliação das operações comerciais.

Watchguard, a melhor solução de UTM

Watchguard, a melhor solução de UTM.

Emerson Moraes é o novo Sales Engineer contratado para impactar de forma rápida e positiva as vendas e a geração de oportunidades enterprise aos canais do Brasil . “Foi uma decisão estratégica adicionar alguém que pudesse nos ajudar a capacitar e desenvolver os parceiros, bem como auxiliá-los nas grandes oportunidades de maneira ativa, sem perder o que nos faz únicos e líderes no nosso segmento de mercado: 100% foco no canal, sem nenhuma venda direta”, explica Leandro Roosevelt, Territory Sales Manager da WatchGuard Technologies para o Brasil.

Segundo Roosevelt, o diferencial da exclusividade em vendas indiretas oferece mais confiança aos parceiros. “Mas trabalho muito perto deles e estou sempre à disposição para ajudá-los nas mais diversas tarefas de apoio às vendas. Somente estando presente, trabalhando lado-a-lado e de maneira criativa, demonstramos o quanto a WatchGuard pode agregar, tanto para eles quanto aos clientes. Esse alinhamento é importante a todos, pois suprimos a maior queixa dos CIO’s quanto à falta de comprometimento da cadeia na venda, seja do fabricante, parceiro ou distribuidor”.

Com um crescimento de quase 40% nas vendas em 2012, a WatchGuard no Brasil pretende manter a proximidade com os canais de distribuição, com participação ativa do distribuidor junto às revendas, soluções focadas na performance em UTM e, principalmente, no conceito best-in-class de suas funcionalidades. Também estão nos planos da subsidiária expandir toda a cadeia de vendas em território nacional.

“Estamos com foco nas empresas com escritórios distribuídos e nos segmentos de Educação, Saúde, Óleo e Gás, e Governo. Porém, isto não nos afasta de crescer nos demais setores privados ou demais esferas governamentais”, acrescenta Roosevelt.

Com a pretensão de fechar 2013 com resultados superiores aos alcançados no ano passado, o executivo está apostando na capacitação e aprimoramento dos parceiros existentes, na captação de parceiros especializados, bem como nas soluções de segurança escaláveis para SME, data centers, WLAN e ambientes virtuais.


A Netrunner Tecnologia é um dos canais da WatchGuard no Brasil, podendo comercializar, implantar e suportar as soluções XMT e XTMv da WatchGuard.

Mais informações: www.netrunner.com.br/parceiros_watchguard.aspx

Fonte: Site EcoFinanças

Categories: Firewall Tags: , , , ,

Falta de conscientização e os ataques de hackers.

24, julho, 2013 Sem comentários
Manifestações

Manifestações em todo o país.

Passadas todas estas manifestações populares que ocorreram no Brasil, ficou evidente uma recorrente fragilidade: os ataques de hackers às redes. Muitos portais públicos e privados tiveram violadas as suas informações, bem como as suas imagens.

Mais uma vez, isto serve de alerta tanto para o ambiente corporativo como residencial. No entanto, um dos principais fatores para que essa situação ainda aconteça é a falta de consciência das pessoas em relação ao uso da internet.

A conscientização segue sendo a maior ferramenta de proteção. É o mais importante elo na corrente de segurança, que é composta por software, hardware e o usuário. A tecnologia é imune a falhas, logo o usuário deve ser treinado para não cair em armadilhas.

Este precisa fazer uso de senhas não triviais, proteger informações sensíveis e não divulgar informações sigilosas. Além disso, sempre pensar duas vezes ao abrir uma mensagem ou acessar um website que acredita ser falso. Um usuário consciente não acredita em “almoço grátis”, com mensagens do tipo “clique aqui e ganhe dinheiro”, bem como mensagens falsas que se aproveitam da curiosidade natural do ser humano.

Estas são armadilhas que direcionam a sites com aplicações maliciosas, que se instalam nas estações de trabalho. Isso permite disparos de spams e o acesso a informações sensíveis na estação do usuário e na rede corporativa.

Também é necessário considerar o fator da popularização dos dispositivos móveis, que podem ser conectados em redes não controladas, infectando os aparelhos, e, por consequência, ao acessar à rede corporativa causar prejuízos.

Além da mobilização das pessoas, é importante ter uma boa configuração de tecnologia para se proteger dos hackers. Para isso, é necessário um antivírus de fabricante confiável na empresa. Usar tecnologias de prevenção de intrusos, analisando e bloqueando acessos indevidos, e manter estações e servidores atualizados com correções fornecidas pelos fabricantes.

Já que os brasileiros se conscientizaram a respeito da política, também é o momento de pensarem na segurança das suas informações na rede. Esta é uma preocupação igualmente de extrema relevância.


O antivírus instalado nas máquinas e servidores é uma peça fundamental, senão obrigatória, mas além disso, é necessário um firewall competente, e a linha XTM da Watchguard é a solução ideal para proteger seu ambiente corporativo, pois conta com o proxy http/https com application control, gateway antivírus e IPS. Essa funcionalidade protege tanto quem navega na web quanto os servidores que são hospedados internamente. Para os datacenters que estão virtualizados (VMWare e Hyper-V), a Watchguard possui a linha XTMv, seu appliance virtual que possui quase todas as funcionalidades do equipamento físico. A Netrunner Tecnologia é Professional Partner da WatchGuard no Brasil, podendo comercializar e oferecer implantação, treinamento gerência e suporte.

Fonte: Site Baguete

Mais informações: www.netrunner.com.br/parceiros_watchguard.aspx

Mirandell Sistemas agora é revenda WatchGuard.

5, julho, 2012 Sem comentários

A Mirandell Sistemas fechou parceria com a Inspirit Tecnologia para revender e oferecer os serviços agregados às soluções da Watchguard, a Mirandell Sistemas conquistou mais uma opção para seus clientes, complementando assim, a sua matriz de soluções que abrange sistemas de gestão, gestão de TI, Infra-estrutura e segurança.

A WatchGuard desenvolve soluções de segurança de rede e de conteúdo integradas a valores competitivos, provendo um alto nível de segurança para as informações, redes e para os negócios da corporação. A premiada solução de segurança de rede da WatchGuard – XTM (eXtensible Threat Management), combina firewall, VPN e serviços de segurança para proteger as redes de spam, vírus, malware e intrusões. Os novos appliances XCS (eXtensible Content Security) oferecem segurança de conteúdo através de e-mail e web combinado com DLP (Data Loss Prevention) para uma proteção de conteúdo completa. As soluções XTM e XCS da WatchGuard oferecem segurança escalável de pequenos negócios até grandes corporações com mais de 10.000 funcionários. Desde de sua fundação em 1996, mais de 600.000 equipamentos de segurança com o logo vermelho da WatchGuard foram entregues mundialmente. Hoje, mais de 15.000 parceiros dedicados trabalham com nossas soluções em 120 países. A WatchGuard está sediada em Seattle, Washington, com escritórios na América do Norte, América Latina, Europa, e Ásia.

Fonte: Mirandell Sistemas

Categories: Firewall, Geral Tags: , , , ,
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux