Arquivo

Textos com Etiquetas ‘sql server’

Mirandell Sistemas inicia suas atividades SaaS.

30, novembro, 2012 Sem comentários

A Mirandell Sistemas, em parceria com grandes fornecedores de software e data center, terminou de desenvolver seu modelo de SaaS, sendo assim, toda empresa que quiser usufruir dos sistemas que a Mirandell Sistemas revende, poderá assinar o serviço e utilizar sem se preocupar com investimentos em hardware, software e gerenciamento de infra-estrutura.

Com servidores localizados preferencialmente no Brasil, os serviços rodam em máquinas baseadas em cloud, sendo assim caso o cliente necessite de um upgrade no serviço, o ajuste será feito de forma transparente, sem burocracia e gastos com projetos de ampliação.

Dentre os produtos oferecidos no novo modelo estão:

– SupportCenter Plus (ManageEngine)

A ferramenta ideal para suporte a clientes que integra gerenciamente de ocorrências, gerenciamento de contatos e SLA, base de conhecimento em um pacote acessível e fácil de usar. Ajuda a resolver os problemas dos clientes com o portal Self-Service, onde é possível pesquisar a base de conhecimento.

  • Gerenciamento de contratos e contas de clientes
  • Catálogo de produtos
  • Gerenciamento de ocorrências
  • Base de conhecimento
  • Portal self-service
  • Gerenciamento de SLA

– ServiceDesk Plus (ManageEngine)

Software de Help Desk e gerenciamento de ativos 100% baseada em web. Integrando abertura de chamados, rastreamento de ativos, pedido de compra, gerenciamento de contratos e base de conhecimento em um pacote fácil de usar e barato, permite aumentar a produtividade de sua equipe de serviços de TI e manter seus usuários satisfeitos.

  • Controle de chamados de Help Desk
  • Base de conhecimento
  • Gerenciamento de ativos de TI
  • Controle de ordens de compra
  • Gerenciamento de SLA e contratos
  • Aderência as compliances ITIL, SOX e outras

– SEP Sesam (SEP)

Solução completa de backup e restore que atende diversas aplicações e SOs, permite a exportação dos dados para storage em nuvem, sendo assim seus dados estarão sempre protegidos em casos de furto, roubo ou até ameaças climáticas.

  • Backup e restore em disco e fita
  • Deduplicação
  • Unidade WORM (Write once, read many)
  • Backup granular de arquivos, caixas de correio e mensagens
  • Backup configurável em multicanais
  • Velocidade otimizada
  • Compressão dos dados e criptografia.

Mais informações: Mirandell SaaS

Função TRUNC (data e hora) no SQL Server.

28, novembro, 2009 4 comentários

Caros,

Estava ajustando um módulo de classificados em um sistema, quando me deparei com um obstáculo. O cliente quer que os anúncios dos classificados expirem automaticamente após um determinado número de dias, para isso criei uma stored procedure que faz um select e um update no banco, segue abaixo o trecho:

DECLARE
            
@VALIDADE                          NUMERIC(1)
BEGIN
             S
ET @VALIDADE = CONVERT(NUMERIC, (SELECT VALORSTRING FROM PARAMETRO WHERE ID = ‘VALIDADE’))
             
BEGIN TRAN
              U
PDATE CLASSIFICADO SET STATUS = ‘E’ WHERE DATAHORA <= DATEADD(D, @VALIDADE * – 1, GETDATE()) AND STATUS <> ‘E’
              
IF @@ERROR = 0 COMMIT TRAN ELSE ROLLBACK TRAN

Quando fui verificar se havia dado certo, qual não foi a minha surpresa, a validade para teste era de 2 dias, então ele fez o update em todos os registros até as 19h de antes de ontem, pois eu rodei a stored procedure as 19h, ou seja ele checou a hora completa, e essa não era a intenção.

Como eu também trabalho com Oracle, me lembrei da função TRUNC([valordata]) que tem no PL-SQL, então me lembrei que nunca tinha utilizado isso no SQL Server, e fui procurar no São Google, encontrei diversos perdidos com o mesmo problema e somente uma resposta, não achei muito atraente, mas foi a única que eu encontrei, então segue abaixo:

Utilize a função CONVERT(tipo, valor).

CONVERT(NUMBER, GETDATE()) –> isso vai retornar o número de dias desde 01/01/1900, o “NUMBER” deve estar sem definição mesmo, pois assim ele retorna um valor inteiro, então basta compará-lo com a data do registro, assim:

CONVERT (NUMERIC, DATAHORA) <= CONVERT(NUMERIC, DATEADD(d, @VALIDADE * 1, GETDATE()))

Quem não quiser utilizar essa adaptação técnica (gambiarra) pode criar uma função no banco:

CREATE   FUNCTION TRUNC(
         
@DATA                DATETIME
) RETURNS DATETIME
AS
BEGIN
          
SET @DATA = CONVERT(DATETIME, FLOOR(CONVERT(NUMERIC(18,6), @DATA)))
          RETURN @DATA
END
GO

Quem tiver sugestões ou idéia melhor, sinta-se em casa, faça seu comentário.

Encontrei também um site que ajuda nas diferenças entre os dois bancos:

http://www.dba-oracle.com/oracle_news/2005_12_16_sql_syntax_differences.htm

[]´s

Miranda.

Categories: SQL Server Tags: , , ,

Lançamento do Portal APCD.

23, novembro, 2009 Sem comentários

Foi lançado no dia 23/11/2009 o novo Portal da APCD (Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas), ele foi totalmente remodelado tanto em visual, como conteúdo e ferramenta de publicação.

A ferramenta de publicação e o novo visual foram desenvolvidos pela Mirandell Sistemas, e seu conteúdo elaborado internamente pela APCD.

Para desenvolver o projeto, foram utilizadas as tecnologias Microsoft.NET e SQL Server, ambas na versão 2005, o sistema de CMS (Content Managemente System) é suportado pela Intranet da APCD, também desenvolvida pela Mirandell Sistemas, onde os usuários além de administrar o portal, podem trocar mensagens, acessar conteúdos internos, e gerenciar processos administrativos.

O Portal é totalmente independente de banco de dados, isso garante mais estabilidade, segurança e disponibilizade. O sistema CMS da Mirandell alimenta o Portal através de um protocolo criptografado próprio.

O sistema CMS estará disponível para comercialização à partir de janeiro de 2010, ele será disponibilizado no modelo ASP (Application Service Provider), e terá sua cobrança feita anualmente.

Confira abaixo a nova home da APCD.

print_apcd

Links relacionados:

Portal APCD
– Site da Mirandell Sistemas

Dois monitores no Windows 7.

20, novembro, 2009 Sem comentários

Caros, como todos sabem estou utilizando o Windows 7 há algumas semanas, mas hoje, estava trabalhando em um projeto quando tive a idéia de jumento de arrastar a barra de propriedades do Visual Studio 2008, afinal eu sou campeão inter dimensional em perder coisas. Fiquei lá no Exibir, clicando lá pra ela aparecer, quando me dei conta, ela estava no monitor do note. Eu trabalho com dois monitores, um de 17″ de macho (4:3), o principal, e uso o do note como secundário, deixo o outlook aberto, o MSN, o meu blog, e tudo que não merece a minha atenção imediata.

Quando de dei conta, o Visual Studio 2008 permite que eu jogue as barras de ferramentas para outros monitores, isso foi ótimo, então resolvi abrir o SQL Server Management Studio, e não é que ele permitiu arrastar as abas para o outro monitor também….

Bom, para não deixar dúvidas a respeito disso, seguem as fotos:

monitor_note
Monitor do note.

monitor_samsung
Monitor de 17″ Samsung

dois_monitores
A minha mesa de trabalho com os dois.

Caso alguém venha a testar isso, comentem, pois não sei se isso rola no Windows Vista ou XP.

Forte Abraço, e até a próxima.

Biblioteca de conexão.

22, setembro, 2009 Sem comentários

Quando comecei a programar em .NET eu utilizava o VS 2003. Fui a um evento da Microsoft, o PDC 2004, e lá em uma palestra nos passaram uma biblioteca de conexão com banco de dados chamada SQL Helper, eu utilizei a mesma em alguns projetos, mas depois que comecei a utilizar o VS 2005 com o Framework 2.0 essa biblioteca ficou obsoleta, então eu resolvi pergar as funções mais importantes, e resumi em uma biblioteca mais enxuta.

A Biblioteca possui 3 classes, são elas:

  • MSSQL – Conexão com SQL Server
  • Oracle – Conexão com Oracle
  • ODBC – Conexão ODBC genérica

Todas as classes possuem as seguintes funções:

  • ExecutarLeitura – Função que retorna um SqlDataReader para leitura.
  • ExecutarNonQuery – Função para executar uma query SQL que não precisa retornar nada.
  • ExecutarScalar – Função que executa uma query SQL e retorna um valor Long.
  • CarregarDataSet – Função que retorna um DataSet com uma DataTable populada de acordo com a query SQL informada.
  • CarregarDataTable – Função que retorna somente uma DataTable de acordo com a query SQL informada.

Utilização:

Carregando um DataTable.

With new Conexao

tbUsuario = .CarregarDataTable(“SELECT * FROM USUARIO”)

.Fechar <– não se esqueça de chamar o método para fechar a conexão com o banco.

End With

Executando uma query simples.

With new Conexao

.ExecuteNonQuery(“DELETE FROM USUARIO WHERE ID = 3”)

.Fechar

End With

Para baixar a biblioteca, utilize o link abaixo:

Conexao

Categories: VB.NET Tags: , , , ,

Recriando índices.

15, setembro, 2009 6 comentários

Todos sabem que os índices em bancos de dados são essenciais para agilizar o processo de pesquisa. Isso independe do fabricante, seja SQL Server, Oracle ou mySQL.

O problema é que esses índices são alterados o tempo todo nas tabelas. A cada inserção, alteração ou exclusão, eles são alterados, gerando uma fragmentação muito grande, e retardando as buscas.

Pesquisei em diversos fóruns sobre o assunto e descobri que recriar (rebuild) os índices é uma prática comum em processos de tunning de banco, então resolvi escrever uma PL-SQL que executa o processo de rebuild de todos os índices de um determinado schema.

rebuild_indices.rar

Categories: Oracle Tags: , , ,
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux