Arquivo

Textos com Etiquetas ‘NFE’

A NF-e no B2B.

16, agosto, 2013 Sem comentários

Por: Marli Vitória Ruaro(*)

A NF-e provocou grandes mudanças no processo de emissão e gestão das informações fiscais, trazendo benefícios para os contribuintes, para a sociedade e para a administração tributária.

A sua empresa guarda os arquivos XML de forma segura ??

A sua empresa guarda os arquivos XML de forma segura ??

Além de eliminar os custos com a impressão, o envio e o armazenamento dos documentos fiscais na venda, a NF-e também trouxe vantagens significativas para as empresas que adquirem as mercadorias, eliminando a necessidade de digitação das notas fiscais no recebimento dos produtos e possibilitando o planejamento da logística de entrega com a recepção antecipada das informações da NF-e.

Programas como a Nota Fiscal Gaucha e a Nota Fiscal Paulista, que beneficiam inclusive os consumidores finais com o sorteio de prêmios em dinheiro ou com desconto no IPVA a pagar, tornam-se plenamente viáveis com a adoção da NF-e e com o uso de novas tecnologias.

A NF-e é um elo importante na cadeia dos processos de B2B (Business-to-Business), incentivando o relacionamento eletrônico entre as empresas para ligar fornecedores e compradores. Os benefícios deste relacionamento eletrônico nos negócios se traduzem em redução dos custos na realização dos pedidos e no preço de matéria prima, por exemplo.

As formas mais comuns de troca de informações entre as empresas no comércio eletrônico (B2B) são:

  • Troca de mensagens em sistema específico, baseado em WEB ou rede privativa;
  • Troca de arquivos via EDI (Intercâmbio Eletrônico de Dados), baseado em WEB ou rede privada, ou outros protocolos de troca de arquivos rastreáveis;
  • Troca de mensagens via e-mail;
  • Disponibilização de informações em portais, com acesso sob demanda, e autenticação de acesso.

A Nota Técnica da NF-e NT 2013/002, emitida pela Receita Federal do Brasil em março/2013, visa justamente orientar as empresas que utilizam processos de B2B. Esta Nota Técnica a RFB sugere que as empresas adotem uma estrutura de dados padronizada, a partir da definição de regras de encapsulamento para transmissão do adendo B2B dentro de sua cadeia de fornecedores, de forma integrada com a NF-e e, após a autorização de uso fornecida pela SEFAZ, autorizadora da circunscrição do contribuinte. Outra inovação trazida por esta Nota Técnica é a possibilidade da empresa emissora de NF-e utilizar o próprio adendo B2B para notificar os seus clientes sobre a ocorrência de eventos vinculados à NF-e, após a sua autorização de uso, como cancelamentos, cartas de correção, entre outros. Assim as empresas envolvidas no negócio poderão compartilhar os documentos eletrônicos (e seus eventos) autorizados pela SEFAZ.

A RFB esclarece que a Nota Técnica não tem por objetivo a definição de padrões específicos e sim orientar a forma de utilização e encapsulamento de padrões setoriais, nacionais ou internacionais, que atendam um maior número de empresas emitentes ou destinatárias de NF-e, diminuindo o custo de customizações específicas e contribuindo para a redução do “Custo Brasil”.

Por fim a RFB ratifica que a legislação não permite o uso do campo de informações complementares e adicionais da NF-e para o registro de padrões B2B que não são refletidos no Documento Auxiliar da NF-e (DANFE) e que os adendos B2B não precisam ser enviados para as SEFAZ Autorizadoras.

(*) Coordenadora de projetos do sistema de patrimônio da Sispro – Serviços e Tecnologia para Gestão de Negócios.


Para trocar arquivos XML existem diversas soluções no mercado, mas uma plataforma uniforme ainda não saiu do papel. De qualquer maneira, o armazenamento dos arquivos é de responsabilidade total do contribuinte, sendo assim, emissor e destinatário devem guardar esses arquivos XML, por pelo menos 5 (cinco) anos.

Há diversos serviços para essa guarda na Internet, porém, se a sua empresa está buscando uma solução de backup para esses documentos a SEP Software, fornecedora mundial em armazenamento e backup, possui uma ferramenta denominada SEP Easy Archive, que converte qualquer volume de disco em uma unidade WORM (Write Once Ready Many), ou seja, seus arquivos estarão guardados pelo período necessário, podendo ser pesquisados e consultados por tempo indeterminado, porém não podem ser alterados.

Além disso, a solução de backup da SEP Software, o Sep Sesam, atende diversos sistemas operacionais, aplicações e virtualizadores, sendo assim, uma plataforma completa de backup para a sua empresa, permitindo inclusive o armazenamento dos dados em nuvem, pois possui uma feature específica para isso.

A Netrunner Tecnologia comercializa, implanta e suporta toda a solução da SEP Software.

Mais informações:

Fonte: Site ITPortal

Novas regras complicam NF-e em agosto.

20, julho, 2010 Sem comentários

Entram em vigor em agosto novas regras que complicam o processo de emissão de notas fiscais eletrônicas.

Segundo resolução aprovada em reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária, na sexta-feira, 09, os emitentes de NF-es deverão disponibilizar download do arquivo da nota ao transportador contratado imediatamente após a autorização de uso.

Além disso, as novas regras estipulam o arquivamento das NF-es pelo prazo determinado na legislação tributária e a obrigatoriedade da emissão de notas eletrônicas em contingência, quando acontecerem problemas técnicos.

“A migração de outras soluções que não atendem aos processos legais gera no momento um volume de trabalho tão grande quanto o gerado pelas obrigatoriedades”, comenta Fausto Reichert, diretor Comercial da E-Sales, empresa gaúcha que atende 1,5 mil clientes de NF-e.

Fonte: Site Baguete

Categories: Negógios Tags: ,
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux