Arquivo

Textos com Etiquetas ‘H.264’

Falta de consenso faz W3C jogar pro alto as tags video e audio.

13, setembro, 2010 Sem comentários

O primeiro rascunho da versão 5 do HTML apareceu em janeiro de 2008, segundo a Wikipedia, e desde então tem sido adaptada com frequência. A W3C, que é a organização responsável por modificar e atualizar as implementações do HTML, tem trabalhando bastante nessa versão a fim de que ela possa ser lançada o mais cedo possível. Entretanto, devido à discussões entre as principais fabricantes de navegadores, a atualização da liguagem vai ter duas tags cortadas.

As tags <video> e <audio> foram sugeridas originalmente pela IBM em agosto de 2007 e iriam tornar desnecessário o uso de plugins para ver vídeos e ouvir arquivos de áudio em páginas da web. Para isso acontecer, seria necessário embutir um codec específico para a tag <audio> e outro para a tag <video> dentro de todos os navegadores. E é nessa parte que o debate pegou fogo.

Segundo Ian Hickson, um dos editores da W3C trabalhando no HTML 5, não foi possível entrar em um consenso com todas as empresas sobre quais codecs seriam os padrões para as novas tags. Ele cita os responsáveis em um email:

A Apple não vai suportar Ogg Theora no Quicktime por se preocupar com patentes (apesar do fato do codec ser de domínio público). Opera e Mozilla se opõe ao uso do H.264 devido a problemas com distribuição e licenciamento. Google também tem problemas similares a esses, apesar de já implementar os codecs H.264 e Ogg Theora no Chrome. E a Microsoft não se comprometeu a suportar a tag <video>.

A notícia da exclusão das tags chegou um pouco tarde para sites como o Video Bay, que é inteiramente baseado nelas, e o Daily Motion, que já tinha até criado uma página específica com todo o seu conteúdo em vídeo convertido para o codec Ogg Theora para navegadores que suportam a (falecida) <video>.

Fonte: TecnoBlog

Categories: Browser Tags: , , ,

H.264 será gratuito para sempre em vídeos para web.

13, setembro, 2010 Sem comentários

A MPEG LA, empresa responsável pelo licenciamento de diversos formatos de vídeo, anunciou nesta quinta-feira que a utilização do codec de vídeo H.264 será para sempre gratuita para todas as aplicações que se destinem à distribuição gratuita de vídeo.

O H.264 já é gratuito atualmente, mas a mais recente resolução da MPEG LA previa essa gratuidade somente até o dia 31 de dezembro de 2015. Agora a empresa vem a público para anunciar esse limite deixa de existir.

Em termos práticos, isso significa que todo o vídeo que vem sendo codificado em H.264 para distribuição gratuita pela web possui agora a garantia de estar isento de royalties para toda a eternidade. E isso pode enfim trazer um consenso sobre o codec universal para vídeo distribuído via HTML 5.

Microsoft, Google e Apple já haviam adotado o H.264 para os vídeos em HTML 5 a serem decodificados pelos seus respectivos navegadores. Mozilla e Opera, por outro lado, permaneciam contrárias ao H.264, favorecendo o Ogg Theora.

Se a Mozilla e a Opera Software resolverem, em face à nova situação, aceitar o H.264 para decodificação de vídeo nas versões futuras de seus navegadores, poderemos então ter enfim um codec de vídeo de alta qualidade que seja universalmente aceito para a distribuição de conteúdo. Só quem não vai gostar dessa notícia, é claro, é a Adobe.

Fonte: TecnoBlog

Categories: Multi Mídia Tags: , ,

K-Lite Mega Codec Pack 6.2.0.

31, julho, 2010 Sem comentários

Junto com a popularização da internet, surgiram formatos cada vez mais diferenciados para compressão de arquivos de vídeo e áudio. Graças a essa compressão, o tamanho dos arquivos diminui e, algumas vezes, tornam-se compatíveis com certos programas ou jogos. E é por isso que se você quer reproduzir arquivos com certas codificações, é preciso ter os codecs certos.

São os codecs que decodificam e possibilitam que você assista ao vídeo em DivX, ou escute uma música em MP3. Muitas vezes era necessário um programa específico que trouxesse junto a possibilidade de abrir certos arquivos — o que, muitas vezes, complicava para o usuário que queria compatibilidade com diversos formatos.

Logo do pacote.Assim, foi lançado o K-Lite Mega Codec Pack, o pacote mais poderoso da série K-Lite, e que já inlcui o K-Lite Codec Pack Full e o Real Alternative. É um pacotão completo, contendo tudo de que você precisa para reproduzir seus filmes sem ter nenhuma dor de cabeça. Inclui uma ampla coleção de codecs VFW (Video For Windows) e ACM (Audio Compression Manager), filtros de DirectShow, além de várias ferramentas.

Esses codecs são constantemente atualizados, e dificilmente causam algum tipo de transtorno para executar certos tipos de arquivos, pois não entram em conflito uns com os outros e nem “bugam”.

O que está dentro do pacote

Neste pacotão de utilidades chamado K-Lite Mega Codec Pack, você encontra os codecs listados abaixo e vários outros menos convencionais:

  • Formatos de vídeo: Xvid, DivX, H.264, VP6, VP7, MPEG-2, MPEG-1, Indeo 4 e 5, MP4, FLV, H.261 e RealMedia;
  • Formatos de áudio: AC3, MP1, MP2, MP3, Vorbis, AAC e AMR.

A coleção também traz diversas ferramentas, como a Tweak Tool (que identifica codecs e filtros danificados e ajuda a arrumá-los ou removê-los), a Media Info Lite (analisa um arquivo de mídia e exibe informações detalhadas sobre ele) e o VobSub, utilizado para mostrar legendas SUB em vídeos.

Reproduzindo seus arquivos de mídia

Além dessas e outras ferramentas, também está incluso um player muito leve e funcional: o Media Player Classic. Ele é um programa excelente e dificilmente alguém não o conhece hoje em dia, pois tornou-se extremamente popular.

Isso é devido ao fato de ele reproduzir áudio e vídeo sem pesar no computador, permitindo também diversas configurações diferentes. O aplicativo aceita todos os formatos do K-Lite Mega Codec Pack e é muito melhor do que outros reprodutores por aí. Tem compatibilidade com filtros, legendas e filmes em DVD.

Fonte: Site Baixaki

Clique aqui para Baixar

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux