Arquivo

Arquivo do autor

Teste a vida útil da bateria do seu notebook.

8, setembro, 2010 Sem comentários

Mesmo tomando diversos cuidados com a bateria do seu notebook, sempre fica aquela dúvida sobre a vida útil  dela. Deixar ou não carregando o tempo todo? Se for guardar a bateria é melhor deixá-la  carregada ou descarregada? São muitas dúvidas que podem ser lidas nesse post, mas um programinha muito útil é o Battery Mark. Ele faz uma série de testes em sua bateria e mostra quanto tempo ela está durando atualmente:

A minha está zerada, pois como trabalho a maior parte do tempo conectado na energia elétrica, utilizo muito pouco a bateria. É aconselhavel fechar todas as aplicações e não executar nenhum trabalho na máquina enquanto o teste estiver sendo realizado. Considere também que a bateria irá durar ainda menos quando você estiver com o carregador desligado e fazendo diversas atividades ao mesmo tempo. Se sua bateria estiver durando meia hora ou menos, é hora de considerar a troca.

O software é russo e freeware.

Fonte: Byte Que Eu Gosto

Links Relacionados:

Baixar o Imtec Battery Mark 1.1

Categories: Tecnologia Tags: ,

Os planetas se alinham. Mas a TI alinhada aos negócios, nem sempre.

8, setembro, 2010 Sem comentários

Já nos acostumamos a ouvir esta frase: “alinhar TI aos negócios”. Para muita gente isso pode parecer estranho e muitos perguntam: o que exatamente a TI tem a ver com os negócios? Quando se fala em alinhamento de TI, a coisa complica.

Esta é uma questão muito interessante, porém em muitos casos é mais fácil ocorrer o “alinhamento dos Planetas” do que a empresa alinhar as tecnologias ao negócio. Por que os planetas citados neste assunto? Porque sabemos que eles se alinham, mesmo que isto demore um pouco para acontecer.

Na verdade, a TI oferece inúmeros recursos para auxiliar os processos de negócios das empresas, para que elas alcancem os lucros e se destaquem na competitividade. Mas, muitas companhias que se dizem prontas para isso ou buscam fazer o tal alinhamento dos negócios à IT – ou da TI aos negócios-, acabam, no final das contas desalinhando o que já existe e acabam estragando um trabalho que por muitas vezes foi fruto de meses ou anos de trabalho (‘brigas’ e discussões entre outros recursos disponíveis).

Por sua vez, aquelas que visam o planejamento de negócio alinhado à TI em muitos casos acabam esquecendo do sentido real do verbo “planejar” e fazem um “fast planning” utilizando as tecnologias e metodologias disponíveis, como o gerenciamento de projeto eólico, onde é muito utilizado o Dedo Indicador para definir prazos e valores, além da utilização de planilhas eletrônicas como apoio, entre outros recursos mirabolantes. A isso tudo eu costumo chamar de “boas práticas de como não se deve fazer”. Para casos como este costumo utilizar uma frase de um amigo da época da faculdade: “Se não sabe, deixe para quem sabe”.

Então, vamos separar o título desse artigo para fazer uma análise mais apurada

Alinhar TI aos Negócios

Por essa visão, pensaremos em alinhar os recursos de TI ao que temos de negócio, utilizando soluções que ofereçam o suporte necessário para o funcionamento e continuidade das atividades indústrias, comerciais e de serviços que compõem o negócio.

Aqui, utilizamos TI como provedora de soluções e responsável por manter o negócio 100% em funcionamento (podemos chamar isto de business continuity). Assim, a turma de TI (muitas empresas não possuem este pessoal em sua estrutura ou nem tem esta área terceirizada) precisa implantar soluções de gestão, segurança, monitoramento, recuperação de desastres e tudo mais que for necessário para manter o negócio em funcionamento.

Planejar seu Negócio alinhado à TI

No caso de se planejar o negócio alinhado à TI, a coisa muda. E bastante. Nesta abordagem não utilizaremos a Tecnologia da Informação apenas como provedora de soluções, mas também como parte do processo do Planejamento Estratégico, que está ligado a diversas variáveis, desde o objetivo, meta, até a participação de cada colaborador no desenvolvimento do negócio.

Unindo os planejamentos estratégicos e o de TI, pode-se encontrar a melhor maneira de organizar a empresa, não só pela necessidade, mas sim como um todo.

Muitos administradores gostam de definir metas, mas sem o envolvimento da TI. Em alguns casos até podem ser alcançados, caso a metodologia eólica funcione, mas neste caso é comum definir as metas sem ferramentas que ajudem na decisão. Aí, acaba entrando outra variante: “vamos torcer para tudo dar certo”.

Agora, a turma que tira proveito da Tecnologia da Informação, além de utilizar dos recursos necessários para se obter o melhor e mais seguro dos caminhos para definir as metas, objetivos e direção que a empresa deve seguir, também conta com a tão conhecida “busca por soluções inovadoras por parte dos especialistas de TI”, o que torna crucial o alinhamento dos planejamentos para ajudar as empresas a se destacarem e continuarem no mercado com mais solidez.

Durante estes anos de estrada na área de TI, ajudando empresas na busca por melhorar seus processos, encontramos desde pequenas empresas que possuem bem definido o que querem e para onde querem ir, além de saber como fazer isso e ter bem claro qual será o esforço necessário para isso. Isto acontece, creditem, até em grandes empresas, com algumas delas sem qualquer processo definido, estando totalmente perdida pelo caminho a ponto de não possuírem um departamento de TI.

Em muitas empresas a equipe de TI é responsável apenas pelo Help Desk, ou seja, apenas realiza as tarefas de configurar e-mail, trocar mouse e teclado, entre outras tarefas nada relacionadas com tomada de decisão e com o futuro do negócio. Nestes casos costumamos dizer que temos o departamento de “Help Esqueci”. Em empresas que possuem um “departamento de TI” que serve apenas para tocar tarefas acima mencionadas, corre-se o risco de se perder não somente o espaço pela competitividade, mas também o espaço geográfico. O foco.

As empresas que valorizam e enxergam a importância da Tecnologia da Informação no processo de planejamento e de decisão, vão mais longe, pois, graças ao investimento realizado em TI consegue obter os resultados planejados.

Na busca pela melhoria contínua dos processos de negócios e se manter em destaque no mercado, estas empresas criam e desenvolvem áreas de INOVAÇÃO alinhadas à tecnologia e não apenas tratam de lidar com as tecnologias que poderão ser utilizadas, mas sim manejam e planejam todas as ações e necessidades de cada área. Com isso conseguem um plano unificado de ação, resultado em uma empresa ativa e viva.

Fonte: Decision Report

Categories: Negógios Tags: ,

D-Link lança cinco firewalls com recurso de gestão unificada de ameaças (UTM).

30, agosto, 2010 4 comentários

A D-Link lança no mercado brasileiro os firewalls DFL-260, DFL-860, DFL-1660, DFL-2560 e DFL-2560G, todos com tecnologia de segurança NetDefend e recurso de gerenciamento unificado de ameaças (UTM).

A funcionalidade UTM permite o gerenciamento remoto do ambiente corporativo, além da criação e administração de políticas de controle de banda, lista de URLs permitidas e bloqueadas, políticas de acesso à rede e do Protocolo Simples de Gerência de Rede (SNMP) e antivírus.

Os novos produtos também suportam alerta de e-mail, system logs, e estatísticas em tempo real. Além disso, monitoram o tráfego de rede e bloqueiam ativamente conteúdos maliciosos, como vírus e worms, protegendo informações privadas e evitando danos causados por aplicações não confiáveis, hackers e outras ameaças.

Consideradas ideais para médias e grandes empresas, as cinco soluções possuem as funcionalidades de detecção contra intrusos (IPS) na rede, anti-vírus e controle de conteúdo.
Outra característica importante é a conveniência de permitir acesso remoto e seguro à rede, a partir da conexão dos firewalls a uma conta rede privada virtual (VPN) pré-configurada. Desta forma, os usuários de rede cabeada e/ou link externo podem acessar o sistema utilizando um endereço IP dinâmico.

“A contínua mudança no ambiente de segurança apresenta um desafio para os gestores de segurança das companhias”, afirma o gerente de produtos da D-Link, Taciano Pugliesi, ressaltando que o serviço de assinatura do recurso UTM, que oferece os 12 primeiros meses de atualizações gratuitas (menos para o filtro de conteúdo da Web), assegura que os sistemas se mantenham consistentes, precisos eseguros .

Principais características dos produtos:

DFL-260: velocidade de transferência de 80 Mbps para transferência de dados, suporte à VPN de 25 Mbps, quatro portas LAN 10/100 Mbps, uma porta WAN 10/100 Mbps e uma porta DMZ (desenvolvida para fornecer suporte a servidores que precisam de acesso aos dispositivos externos) 10/100 Mbps;

DFL-860: velocidade de 150 Mbps para transferência de dados, suporte à VPN de 50 Mbps, sete portas LAN 10/100 Mbps, duas portas WAN 10/100 Mbps e uma porta DMZ 10/100 Mbps;

DFL-1660: velocidade de 1,2 Gbps (gigabit por segundo) para transferência de dados, suporte à VPN de 350 Mbps e seis portas LAN gigabit configuráveis;

DFL-2560: velocidade de 2 Gbps para transferência de dados, suporte à VPN de 1 Gbps e dez portas LAN gigabit configuráveis;

DFL-2560G: velocidade de 2 Gbps para transferência de dados, suporte à VPN de 1 Gbps; dez portas LAN gigabit configuráveis; e quatro portas Small Form-Factor Plug-in, que se destacam por ter metade do tamanho do padrão atual da indústria.

Fonte: Wagner Hiroi – PLANIN

Processadores com 100 núcleos chegam perto da realidade.

30, agosto, 2010 Sem comentários

Enquanto empresas como a AMD e Intel se esforçam para compactar 3, 4 ou até 6 núcleos nos seus processadores, a fabricante de chips americana Tilera anunciou hoje que planeja fabricar e vender um modelo com 100 núcleos chamado Tile-Gx. O propósito principal desses processadores, segundo Anant Agarwal, co-fundador e CTO da empresa, será para uso em servidores que executem funções relacionadas à web, como busca, indexação de páginas e processamento de vídeo.

Agarwal também diz que para executar uma troca rápida de informações, os modelos da Tilera tem núcleos organizados paralelamente dentro de um quadrado, dentro dos quais existem múltiplos pontos para entrada e saída de dados. Já os chips da Intel e AMD tem núcleos organizados como barras cruzadas, um design que segundo ele, pode trazer problemas de congestionamento de dados.

O modelo Gx100, um dos processadores com 100 núcleos, deverá usar no máximo 55 watts de energia e vai custar até US$ 1000 (R$ 1710) quando for colocado no mercado em 2011. Antes disso, a Intel planeja liberar para venda o processador Nehalem-EX com 8 núcleos e a AMD espera liberar o Opteron, com 12. Note como nenhum dos dois tem três dígitos nas casas decimais, tsc tsc.

Fonte: Tecnoblog

Categories: Processadores Tags: , , ,

Crie arquivos criptografados em PDF com marcas d’água digital

26, agosto, 2010 Sem comentários

Você está cansado de enviar arquivos para clientes, parceiros, fornecedores, consultores e advogados e considerar que a aparência ou conteúdo do seu documento mudou?

Você tem problemas semelhantes quando os arquivos são enviados para você? Poderia melhorar a eficácia da sua equipe saber que cada documento enviado ou recebido pode ser sempre visto exatamente como ele foi criado?

Aloaha PDF Suite Estes problemas são comuns porque muitas empresas já definiram o PDF (Portable Document Format) como padrão de publicação de toda a empresa. Mais de 200 milhões de usuários em todo o mundo podem agora ler documentos em formato PDF.

Aloaha PDF Suite foi desenvolvido como o conversor de PDF em alta resolução seus documentos em PDF. Seus documentos se tornam PDFs em apenas um clique de distância. Basta pressionar o botão de impressão e obter o seu PDF como um arquivo ou e-mail.

O programa preserva a aparência e a integridade de seus documentos originais, e você pode compartilhá-las com alguém eletronicamente, independente de plataformas de hardware e software.

Fonte: Baixatudo

Clique aqui para baixar.

Categories: Produtividade Tags: ,

Transcend lança USB 3.0 no Brasil.

26, agosto, 2010 Sem comentários

A Transcend, fabricante de produtos multimídia e de armazenamento, lança em setembro uma linha de HDs externos equipados com tecnologia USB 3.0

A primeira linha apresentada pela Transcend será a Storejet 25D3, com dispositivos de 2,5 polegadas, 191 gramas e capacidades de 500 Gb e 640 Gb.

A tecnologia USB 3.0 permite a transferência de informação com velocidade de até 5 Gbits por segundo – 10 vezes mais veloz do que a 2.0, que atua com 480 Mbits por segundo.

Para orientar o usuário, o produto mostra a cor laranja quando opera no modo USB 2.0 e azul ao ser conectado em 3.0.

Além disso, possui versão eco-friendly, que hiberna após dez minutos de inatividade, proporcionando 40% de economia energética.

A linha StoreJet 25D3 custa R$ 499 na versão 500Gb e R$ 599 na versão 640Gb.

Fonte: Site Baguete

Links Relacionados:

Transcend Brasil

Categories: Armazenamento Tags: , , ,

Locaweb conquista certificação SAS 70.

26, agosto, 2010 Sem comentários

A Locaweb recebeu a certificação SAS 70, que formaliza em relatório o desenho, implementação e efetividade operacional dos controles de uma organização de serviços. Esta ação pode ser aplicada às prestadoras de serviços de TI, com o objetivo de garantir controles mais eficazes e seguros.

“Para uma empresa terceirizar suas operações, aderindo ao conceito de Cloud Computing, ela precisa confiar na empresa que está lhe prestando esse serviço, garantindo que ela possui qualidade em suas operações que em sua maioria, pode gerar impactar diretamente em seu faturamento”, disse Gilberto Mautner, fundador e presidente da Locaweb.

O projeto foi realizado pela Ernest & Young, que auditou os controles operacionais da empresa. Eles checaram procedimentos de gerenciamento de incidentes, problemas, mudanças, níveis de serviço, segurança (física e lógica) e operação (backup e monitoramento).

Ambos os Data Centers, o localizado na Juscelino Kubitchek e o na Itapaiúna, estão certificados com o SAS 70. O Data Center de Itapaiúna com o SAS 70 Tipo 1 e o Data Center da Juscelino Kubitschek é Tipo 2.

O SAS 70 Tipo 1 atesta unicamente que a empresa tem os desenhos dos controles apropriados. O tipo 1 não confirma que no dia a dia estes controles realmente funcionam conforme o desenho, apenas valida que os controles estejam desenhados em conformidade.

Já o SAS 70 tipo 2 vai além: atesta que de fato os controles estejam em operação e funcionando há pelo menos seis meses. Neste ponto a empresa de auditoria executa testes e validações in-loco, para certificar a operação dos controles.

Fonte: Site Baguete

Categories: Negógios Tags: ,

Entidades pedem novo modelo trabalhista.

26, agosto, 2010 Sem comentários

Abes, Assesspro, Brasscom, Fenainfo, Softex e Sucesu vão entregar aos candidatos à presidência da república e aos candidatos aos governos estaduais um documento reivindicando mudanças no sistema de cobrança dos encargos trabalhistas.

De acordo com informações da Computerworld, as entidades pedem que os impostos sociais sejam cobrados sobre o faturamento das empresas em uma alíquota entre 2% e 4% e não mais em cima da folha de pagamento, na qual a carga tributária chega a 36%.

“Não queremos desonerar a folha de pagamento das empresas de TI nem estamos pedindo concessão de incentivos”, enfatizou ao site o diretor de marco regulatório da Brasscom, Edmundo Oliveira.

Segundo os representantes das entidades, é primeira vez que as seis associações unem esforços para elaborar um conjunto de propostas sobre as necessidades do setor.

A lista inclui também mais investimentos em formação de mão de obra e mais “parceria” do governo. As entidades criticam a decisão do Serpro de dar preferência por soluções desenvolvidas internamente, o que reduziria a competitividade da indústria nacional.

Fonte: Site Baguete

Atrair e reter talentos é vital para as organizações de TI

25, agosto, 2010 Sem comentários

Duas das tarefas mais importantes que um gerente tem que exercer bem em sua carreira são recrutar e demitir pessoas. Para contratar, deve saber do que a empresa precisará no futuro, pois não há treinamento que corrija contratação com perfil inadequado. E, para demitir, temos que nos lembrar de que todo mundo é bom em alguma coisa. Se alguém não foi bom em uma empresa/função, não significa que não pode ser ótimo em outra empresa/função.

As organizações de TI eficazes focam em quatro áreas-chave da gestão de pessoas: recrutamento, retenção, recompensas e reconhecimento. Na pesquisa anual do Gartner sobre agenda dos CIOs de 2009, apenas 56% dos CIOs disseram acreditar que têm as pessoas certas e com perfis necessários para atingir os seus objetivos.

Os 4Rs são a base da estratégia da organização de talentos:

.  Recrutamento é o processo de sourcing, triagem, seleção e recepção adequado das pessoas para atuar em uma organização.

. Retenção centra-se na construção de uma relação de trabalho gratificante, cativante e de satisfação individual para os empregados.

. Recompensas são dadas aos empregados (por exemplo, na forma de salário-base, incentivos e benefícios) de maneira compatível com o valor e as contribuições que eles trazem para a empresa.

.  Reconhecimento complementa e intensifica a eficácia das recompensas por reconhecer a importância das pessoas para o sucesso do negócio.

As práticas de recrutamento e retenção convencionais focam no uso de recompensas monetárias (como salário, incentivos, ações e benefícios), mas elas têm se provado insuficientes para enfrentar a evolução das necessidades dos empregados de TI. Eles querem trabalhar para uma organização que cuide de suas necessidades pessoais e profissionais e que lhes ofereça escolhas e apoio para satisfazer suas necessidades dentro e fora do local de trabalho.

As organizações de TI com foco estratégico investem tempo construindo um banco de pontos fortes, identificando o potencial de seus empregados.  Elas alinham empregados com as necessidades organizacionais de longo prazo e os prepara através da utilização de mentores, coaching, funções para desenvolvimento, mobilidade de carreira e treinamento.

Ao desenvolver o portfólio de treinamento de TI, leve em consideração a demografia de sua equipe e os tipos de programas de treinamento e métodos de aprendizado que cada um prefere. Empregados Geração Y preferem aprendizado baseado em computador ou jogos de simulação. Empregados Geração X preferem desenvolvimento de liderança formal e cursos de certificação técnica. Baby boomers preferem treinamento presencial realizado em uma sala de aula.

O RH não tem a responsabilidade de atrair, recompensar, reconhecer e manter a força de trabalho; líderes de TI, sim. Os líderes de TI precisam fazer parcerias com o RH na concepção, implementação e integração dos quatro R’s que trarão valor para a organização.

O uso de uma abordagem de recompensa total pode ajudar CIOs e líderes de RH a adaptar as práticas de recompensa à evolução das necessidades de TI e, nesse cenário, uma força de trabalho diversificada é essencial.

*Ione de Almeida Coco é vice-presidente regional Latin America – Gartner CIO
Executive Programs

Fonte: Decision Report

Categories: Negógios Tags: , , ,

PayPal abre em uma semana no Brasil.

24, agosto, 2010 Sem comentários

O PayPal, portal intermediário de 15% das vendas eletrônicas mundiais, vai abrir uma operação no Brasil na próxima semana.

É o que aponta uma reportagem da Folha de São Paulo desta terça-feira, 24.

Mesmo sem atuar no Brasil, o PayPal é usado por dois milhões de empresas nacionais para adquirir importados. Elas movimentaram US$ 220 milhões no ano passado, revela a Folha.

O jornal já havia adiantado em outubro do ano passado que o PayPal usaria o Brasil como base para sua expansão pela América Latina, prevendo que as vendas online movimentariam US$ 13 bilhões somente no país até 2012.

A meta é tornar o Brasil o sexto maior faturamento do PayPal em quatro anos, informa o jornal.

Fonte: Site Baguete

Categories: Negógios Tags: ,
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux