Arquivo

Arquivo de setembro, 2010

ITIL – Um filho adotivo.

17, setembro, 2010 Sem comentários

Têm se tornado comum nas organizações os investimentos em capacitação do corpo funcional em assuntos como ITIL, COBIT, Normas ISO, modelos de maturidade, entre outras ferramentas que apóiam a implantação de práticas de governança de TI nas empresas. O aumento da aderência a tais padrões muitas vezes é motivada pela necessidade de obter-se melhoria operacional nos processos de TI. Em outros casos, a adoção dos padrões serve de base para o atendimento de requisitos de mercado e requisitos legais.

Entre todas estas ferramentas, certamente o ITIL (Information Tecnolgy Infrastructure Library) é a que mais vem se destacando no mercado de governança de TI. O ITIL foi desenvolvido no fim da década de 80 pela Agência Central de Computação e Telecomunicações do governo britânico, com o objetivo de servir como um guia de melhores práticas para os departamentos de TI dos órgãos governamentais.

Em pouco tempo, o setor privado inglês se aproveitou do conceito e iniciou-se então um movimento reverso, no qual o mercado privado passou a dar consultoria para o setor público quando o assunto era ITIL.

O fato de o ITIL ter sido criado pelos próprios usuários (no caso, o governo britânico) e ter migrado para as mãos do setor privado é natural, à medida que um único governo não poderia, e nem seria de seu interesse,  disseminar seu conhecimento para todo o mundo. No entanto, é neste ponto que nasce o primeiro problema.

Quando os “pais biológicos” (os usuários) da metodologia a entregaram aos “pais adotivos” (as consultorias), o que se observou foi uma inversão de valores. Afinal, o objetivo primário dos criadores da metodologia era resolver os problemas de administração da TI, enquanto o objetivo das consultorias – como empresas que são – é maximizar os seus lucros. E é daí que se desdobra o fracasso do ITIL em muitos casos, e a queda de credibilidade desta metodologia de berço tão nobre.

A primeira manifestação da “má criação” por parte dos novos pais da metodologia reside nas incessantes mudanças de versão (v1, v2, v3 etc), que não tem outro objetivo a não ser movimentar o mercado de governança de TI. Não introduzem melhorias práticas, mas apenas incorporam um linguajar mais “business” para tentar convencer a alta adminstração das empresas a pagar cada vez mais pelas 4 letrinhas.

A segunda manifestação é a inexistência – nos livros do ITIL – relatos práticos de implantação, casos de sucesso, casos de fracasso, e dicas “práticas” de implantação do framework. Estes relatos práticos são uma reserva de mercado, e se você quiser tê-los, precisará, inevitavelmente, contratar uma consultoria!

Ora, ora, ora! Será que era isso que o governo britânico objetivava quando decidiu compilar suas melhores práticas em uma coletânea única? Que eles tivessem que contratar alguém para ajudá-los a adotar as melhores práticas que eles definiram? Mas, vamos deixar os britânicos de lado para não nos atrasarmos…

Bom, contratar uma consultoria para apoiar a implantação do ITIL não deve ser tão mal assim, afinal, eles vão nos trazer relatos práticos, experiência de mercado, e uma perfeita compreensão do ITIL para que na minha empresa tudo corra bem. Certo? Não,não. Errado.  É justamente aí que nasce o último e derradeiro problema.

Quem já tiver vivenciado algum projeto de implantação ou de tentativa de implantação de ITIL em alguma empresa, vai me compreender bem rapidamente. Já vivencei 3: o primeiro, quando a versão estava sendo evoluída de v1 para v2, o segundo da versão v2, e o terceiro está acontecendo agora, no momento da virada da v2 para a v3.

Não haverá no mercado consultoria capaz de fornecer o caminho das pedras, pois mesmo que já tenham participado de diversos projetos de implantação, elas jamais terão o conhecimento necessário para a implantação em sua empresa. O cerne da questão está no conhecimento da sua empresa e no entendimento dos seus requisitos para a administração de TI. É deste conhecimento que depende o sucesso da implantação do ITIL em sua empresa. Portanto, no fim das contas, quem terá que implantar o ITIL na sua empresa é você!

Será você quem irá levantar os prós e contras, quem irá ponderar a interpretações ao pé da letra dos livros do ITIL, quem terá que visitar empresas que já implantaram, quem terá que selecionar as ferramentas para apoiar o processo de acordo com os seus recursos etc. Um ou dois treinamentos de ITIL não vão fazer mal a você e aos seus amigos de trabalho; vão servir de atalho para dominarem a terminologia, que será útil na utilização das ferramentas.

Porém, antes de gastar uma montanha de dinheiro para contratar uma consultoria que te dará respostas evasivas diante dos problemas que você vai encontrar durante a implantação do ITIL, pense bem, entreviste a equipe de consultores e, por fim, ofereça pagar a metade do preço que eles orçarem para o projeto. Afinal, quem vai trabalhar neste projeto todo é você, embora eles insistam em te provar o contrário.

Fonte: Profissionais de TI

Categories: Negógios Tags: , ,

Mais piadinhas…..

15, setembro, 2010 2 comentários

1. A pressa é inimiga da conexão!
2. Amigos, amigos, senhas à parte.
3. Arquivo dado não se olha o formato!
4. De clique em clique, vc fica viciado em internet!
5. Dedo mole em tecla dura, tanto bate até q acostuma!
6. Devagar se vai a modem!
7. Diga-me qual a sala de chat q vc freqüenta e te direi quem és!
8. Para todo bom provedor uma senha basta.
9. Não adianta chorar sobre o arquivo deletado.
10. Em briga de namorados virtuais, não se mete o mouse!
11. Hacker q ladra, não morde!
12. Mais vale um arquivo na mão do que dois baixando…
13. Memória não é documento!
14. Na internet as melhores coisas são imorais, ilegais ou pedem número de cartão de crédito!
15. Não há nada como um clique após o outro!
16. Melhor prevenir que formatar.
17. O barato sai caro, e lento…
18. Os maiores processadores estão nos menores micros
19. Quando a esmola é grande o santo desconfia q veio algum vírus anexado!
20. Quando um não quer dois não teclam!
21. Quem ama um 486, Pentium4 lhe parece!
22. Quem cala consente, ou está teclando com alguém mais interessante!
23. Quem com vírus infecta, com vírus será infectado!
24. Quem é vivo sempre aparece online
25. Quem envia o q quer, recebe o q não quer!
26. Quem não tem banda larga, caça com modem!
27. Quem nunca errou, que troque a primeira tecla!
28. Quem procura acha… menos no buscador do MSN.
29. Quem semeia e-mails, colhe SPAM!
30. Quem tem dedo vai a Roma.com !
31. Quem tem winchester, tem medo!
32. Quem vê linck não vê cara e muito menos coração!
33. Se Maomé não vai até a montanha, ele envia um e-mail…
34. Tendinite pouca é bobagem!
35. Um é pouco, dois é bom, três é chat!
36. Ruim com o seu micro, pior com o meu!

Categories: Piadas Tags: , ,

Windows Seven ultrapassa Vista no mercado de sistemas operacionais.

15, setembro, 2010 Sem comentários

Sistema mais recente da Microsoft teve crescimento de 0.8%, chegando a 14.5%. Vista possui 14.3% e levou mais de 21 meses para conquistar fatia de mercado.

Pela primeira vez desde seu lançamento há nove meses, o Windows 7 ultrapassou o Windows Vista em participação de mercado. Os dados são de um estudo feito pela Web Analytics coletados através de 160 milhões de visitantes únicos que navegam em sites monitorados pela empresa.

De acordo com o estudo, o sistema operacional mais recente da Microsoft chegou a um total de 14.5% de participação no mercado no mês de julho. O Vista, por sua vez, passou a ter 14.3% de fatia de mercado.

A marca do Windows 7 foi atingida cerca de nove meses após seu lançamento, feito que demorou 21 meses para ser conquistado pelo Vista.

O ápice do Vista aconteceu em outubro de 2009, quando chegou a um total de 18.8% em participação no mercado de sistemas operacionais. Após esse período, começou a cair até os 14.3% atuais.

Mesmo com taxa de crescimento de 0.8% em julho, a menor desde seu lançamento, o Windows 7 já vendeu 175 milhões de licenças. A Microsoft afirma que o sistema operacional roda em 16% dos computadores pessoais do mundo todo.

Mesmo que nove meses tenham sido necessários para o Seven ultrapassar o Vista, este nunca conseguiu ultrapassar seu antecessor XP. De acordo com a Net Applications, o sistema operacional lançado em 2001 ainda representa cerca de 62% dos sistemas operacionais utilizados, com uma queda de 6% desde o início do ano.

O Windows é utilizado em 91.3% dos computadores que utilizam sites da Net Applications.

Já o Mac OS X perdeu participação pelo quarto mês consecutivo. Por enquanto, o SO possui 5% do mercado, mesmo número de fevereiro de 2010.

Fonte: Olhar Digital

A INFORMÁTICA E SEUS DIZERES

14, setembro, 2010 Sem comentários

“Se o computador atrapalha os estudos, saia da escola. “

“UNDELETE *.* /F /i /z /M /e /r /d /a “

“Teclado não instalado! Pressione uma tecla para continuar… “

“Só Jesus salva, Norton faz Backups. “

“Saiu meu boletim : (E)scondo , (M)ostro , (T)aco_Fogo? (A)bortar, (R)epetir, (F)ingir que nada aconteceu”

“Insira o disco 2… Mas como ? Só cabe 1 no Drive. “

“Computador é que nem carroça, tem sempre um burro na frente.”

“BIOS: Bicho Ignorante Operando o Sistema. “

“Achoquequebreiabarradeespaço! “

“Computadores nunca vão substituir a estupidez humana. “

“Error #76 : Mau contato! Bata no computador e aguarde… “

“Sanduíche preferido do micreiro : Xcopy .”

“Era um garoto que como eu, amava os BIOS e os vírus Stoned… “

“Em computador de bicheiro os dados são processados por um advogado.”

“ATENÇÃO: Todos os dados de seu computador serão apagados. Continua (S/S)? “

“Errar é humano, colocar a culpa no computador é mais humano ainda. “

“Press any key to continue. Mas onde diabos fica esta tecla ANY? “

“Eu cortei o dedo no meu ZIPer… ARJ! “

“Acentua&@o^% , um problema que j$ foi superado !”

“Meu winchester disparou e matou meu mouse. “

“Quem nunca pirateou que atire o 1º disco… que eu atiro uma cópia!”

“Minha mãe virou mulher de programa. Não sai de perto do computador !”

“Sabe porque memória da conflito? Porque os pentes são adolescentes! “

“Se na primeira vez não deu certo… chame de versão 1.0! “

“A Inteligência Artificial não funciona por causa da Burrice Natural!”

“MÃE.SYS : Único sistema multitarefa confiável. “

“Uso XT porque a pressa é inimiga da perfeição! “

“Vírus desamparado procura HD para morar. Contatos fone… “

“Que a força esteja com você… senão o micro não funciona !”

“Os computadores não merecem confiança! Os humanos menos ainda.”

“Computador é igual a mulher boa : todo mundo diz que gosta, que entende, mas poucos sabem como é que funciona, como é que mexe e onde liga .”

“Sou garoto de programa… faço Computação. “

“Erro ao acessar a FAT! Tento acessar a magrela? (S/N) “

“PENTIUM já é coisa do passado, vem ai… SCOVUM!!”

“WOMAN.EXE – Ótimo programa, pena que veio sem manual… “

“Se a mensagem não estiver clara, aumente o brilho da tela. “

“O Pateta usa teclado. O Mickey… Mouse.”

“Pirataria? Eu? O que eu faço é transferência de tecnologia!”

“Na natureza nada se cria, nada se perde. Tudo se formata.”

“Compactação de arquivos : ARJa paciência !”

“CD-ROM para que? Existe disquetes. Insira o disco 1 de 1427 .”

Categories: Piadas Tags:

INTERNET E SEUS DIZERES

14, setembro, 2010 Sem comentários

“Eu gostaria de criar homepages, mas não sei o que elas comem!”

“A vida começa aos 14.4K, mas a maioridade só vem aos 28.8K.”

“A primeira conta telefônica após o modem, a gente nunca esquece.”

“De onde viemos? Para onde vamos? Será que lá tem Internet?”

“Modems de 14400K, por favor transitar na pista da direita.”

“Compre um modem: ganhe amigos e perca sua mulher.”

“Tempo de acesso é que nem papel higiênico, termina sempre quando você mais precisa.”

“Não confunda modess com modems, o slot é diferente.”

“Elas usam Sempre Livre, eu uso modems.”

“Quem ri por último é porque está conectado a 14400K.”

“Antes eu tinha uma vida… Agora eu tenho um modem!”

“A verdade está lá fora, alguém sabe a URL dela??? “

“US Robotics? Para que? Meu Zoltrix é óti-@#^%#$!#4455%…”

“Reduza a Velocidade – Travessia de Modems 14400bps”

“Não ouse pegar o telefone para chamar os Bombeiros. Estou no meio de um download.”

“Em matéria de rede, prefiro aquela que vem do Ceará.”

Categories: Piadas Tags:

Falta de consenso faz W3C jogar pro alto as tags video e audio.

13, setembro, 2010 Sem comentários

O primeiro rascunho da versão 5 do HTML apareceu em janeiro de 2008, segundo a Wikipedia, e desde então tem sido adaptada com frequência. A W3C, que é a organização responsável por modificar e atualizar as implementações do HTML, tem trabalhando bastante nessa versão a fim de que ela possa ser lançada o mais cedo possível. Entretanto, devido à discussões entre as principais fabricantes de navegadores, a atualização da liguagem vai ter duas tags cortadas.

As tags <video> e <audio> foram sugeridas originalmente pela IBM em agosto de 2007 e iriam tornar desnecessário o uso de plugins para ver vídeos e ouvir arquivos de áudio em páginas da web. Para isso acontecer, seria necessário embutir um codec específico para a tag <audio> e outro para a tag <video> dentro de todos os navegadores. E é nessa parte que o debate pegou fogo.

Segundo Ian Hickson, um dos editores da W3C trabalhando no HTML 5, não foi possível entrar em um consenso com todas as empresas sobre quais codecs seriam os padrões para as novas tags. Ele cita os responsáveis em um email:

A Apple não vai suportar Ogg Theora no Quicktime por se preocupar com patentes (apesar do fato do codec ser de domínio público). Opera e Mozilla se opõe ao uso do H.264 devido a problemas com distribuição e licenciamento. Google também tem problemas similares a esses, apesar de já implementar os codecs H.264 e Ogg Theora no Chrome. E a Microsoft não se comprometeu a suportar a tag <video>.

A notícia da exclusão das tags chegou um pouco tarde para sites como o Video Bay, que é inteiramente baseado nelas, e o Daily Motion, que já tinha até criado uma página específica com todo o seu conteúdo em vídeo convertido para o codec Ogg Theora para navegadores que suportam a (falecida) <video>.

Fonte: TecnoBlog

Categories: Browser Tags: , , ,

Google lança projeto grandioso de vídeo com código aberto.

13, setembro, 2010 Sem comentários

Desenvolver um formato de vídeo de alta qualidade e, ao mesmo tempo, disponível abertamente para qualquer um. Esse é o objetivo do Google com o projeto WebM, que foi apresentado hoje, durante o evento Google I/O, em San Francisco. O detalhe é que tradicionais concorrentes da empresa no mercado de navegadores aderiram à ideia: Fundação Mozilla e Opera Software estão entre os envolvidos na ideia.

De acordo com a empresa, os arquivos WebM serão formados de vídeo comprimido com uso do codec VP8, que foi desenvolvido pelo Google e é utilizado em larga escala pelo YouTube. A codificação do áudio ficará por conta do Ogg Vorbis, que também é totalmente gratuito e de código aberto. O container do vídeo será o Matroska, que já é bastante conhecido de quem baixa filmes e séries de 1080p (trata-se do famoso .mkv).

O Google afirma que o benefícios do WebM são a abertura e a inovação. Uma vez que o projeto é gratuito, sem cobrança de royalties e com código disponibilizado por meio de licença BSD, o pessoal de Mountain View espera que a comunidade envolvida no código aberto adote o WebM amplamente.

WebM seria ideal para web porque utilizaria menos recursos de processamento. Com isso, os netbooks, tablets e smartphones – que têm se popularizado nos últimos anos – agradecem.

Um dos problemas que o Google poderá enfrentar, porém, diz respeito justamente ao uso de VP8 como codec do vídeo. Reza a lenda que essa tecnologia seria proprietária e, mesmo fazendo parte de um projeto de código aberto, poderia ser mantida dessa forma.

Várias empresas já apóiam o WebM, dentre as quais destacam-se Adobe, Fundação Mozilla e Opera Software. A Adobe disse hoje que vai incluir suporte ao VP8 no Flash. A Mozilla e a Opera Software já trabalham em versões de seus navegadores que possibilitem o uso do WebM.

Para completar a lista, as seguintes empresas assinam o WebM Project: ARM (fabricante de chips), Brighcove (site de vídeos), Logitech (fabricante de gadgets), Nvidia (fabricante de GPUs), Qualcomm (fabricante de chips) e Skype (ah, você sabe), entre outras.

A Microsoft confirmou que o Internet Explorer 9, com previsão para ser lançado somente em 2011, vai ter suporte tanto a H.264 quanto VP8. A má notícia é que, segundo a empresa, o último só vai estar disponível “se o usuário tiver um codec VP8 instalado no Windows”. Puxa, Microsoft…

Apple ainda não deu uma palavra sequer sobre o assunto.

Fonte: TecnoBlog

Categories: Multi Mídia Tags: , , ,

H.264 será gratuito para sempre em vídeos para web.

13, setembro, 2010 Sem comentários

A MPEG LA, empresa responsável pelo licenciamento de diversos formatos de vídeo, anunciou nesta quinta-feira que a utilização do codec de vídeo H.264 será para sempre gratuita para todas as aplicações que se destinem à distribuição gratuita de vídeo.

O H.264 já é gratuito atualmente, mas a mais recente resolução da MPEG LA previa essa gratuidade somente até o dia 31 de dezembro de 2015. Agora a empresa vem a público para anunciar esse limite deixa de existir.

Em termos práticos, isso significa que todo o vídeo que vem sendo codificado em H.264 para distribuição gratuita pela web possui agora a garantia de estar isento de royalties para toda a eternidade. E isso pode enfim trazer um consenso sobre o codec universal para vídeo distribuído via HTML 5.

Microsoft, Google e Apple já haviam adotado o H.264 para os vídeos em HTML 5 a serem decodificados pelos seus respectivos navegadores. Mozilla e Opera, por outro lado, permaneciam contrárias ao H.264, favorecendo o Ogg Theora.

Se a Mozilla e a Opera Software resolverem, em face à nova situação, aceitar o H.264 para decodificação de vídeo nas versões futuras de seus navegadores, poderemos então ter enfim um codec de vídeo de alta qualidade que seja universalmente aceito para a distribuição de conteúdo. Só quem não vai gostar dessa notícia, é claro, é a Adobe.

Fonte: TecnoBlog

Categories: Multi Mídia Tags: , ,

Teste a vida útil da bateria do seu notebook.

8, setembro, 2010 Sem comentários

Mesmo tomando diversos cuidados com a bateria do seu notebook, sempre fica aquela dúvida sobre a vida útil  dela. Deixar ou não carregando o tempo todo? Se for guardar a bateria é melhor deixá-la  carregada ou descarregada? São muitas dúvidas que podem ser lidas nesse post, mas um programinha muito útil é o Battery Mark. Ele faz uma série de testes em sua bateria e mostra quanto tempo ela está durando atualmente:

A minha está zerada, pois como trabalho a maior parte do tempo conectado na energia elétrica, utilizo muito pouco a bateria. É aconselhavel fechar todas as aplicações e não executar nenhum trabalho na máquina enquanto o teste estiver sendo realizado. Considere também que a bateria irá durar ainda menos quando você estiver com o carregador desligado e fazendo diversas atividades ao mesmo tempo. Se sua bateria estiver durando meia hora ou menos, é hora de considerar a troca.

O software é russo e freeware.

Fonte: Byte Que Eu Gosto

Links Relacionados:

Baixar o Imtec Battery Mark 1.1

Categories: Tecnologia Tags: ,

Os planetas se alinham. Mas a TI alinhada aos negócios, nem sempre.

8, setembro, 2010 Sem comentários

Já nos acostumamos a ouvir esta frase: “alinhar TI aos negócios”. Para muita gente isso pode parecer estranho e muitos perguntam: o que exatamente a TI tem a ver com os negócios? Quando se fala em alinhamento de TI, a coisa complica.

Esta é uma questão muito interessante, porém em muitos casos é mais fácil ocorrer o “alinhamento dos Planetas” do que a empresa alinhar as tecnologias ao negócio. Por que os planetas citados neste assunto? Porque sabemos que eles se alinham, mesmo que isto demore um pouco para acontecer.

Na verdade, a TI oferece inúmeros recursos para auxiliar os processos de negócios das empresas, para que elas alcancem os lucros e se destaquem na competitividade. Mas, muitas companhias que se dizem prontas para isso ou buscam fazer o tal alinhamento dos negócios à IT – ou da TI aos negócios-, acabam, no final das contas desalinhando o que já existe e acabam estragando um trabalho que por muitas vezes foi fruto de meses ou anos de trabalho (‘brigas’ e discussões entre outros recursos disponíveis).

Por sua vez, aquelas que visam o planejamento de negócio alinhado à TI em muitos casos acabam esquecendo do sentido real do verbo “planejar” e fazem um “fast planning” utilizando as tecnologias e metodologias disponíveis, como o gerenciamento de projeto eólico, onde é muito utilizado o Dedo Indicador para definir prazos e valores, além da utilização de planilhas eletrônicas como apoio, entre outros recursos mirabolantes. A isso tudo eu costumo chamar de “boas práticas de como não se deve fazer”. Para casos como este costumo utilizar uma frase de um amigo da época da faculdade: “Se não sabe, deixe para quem sabe”.

Então, vamos separar o título desse artigo para fazer uma análise mais apurada

Alinhar TI aos Negócios

Por essa visão, pensaremos em alinhar os recursos de TI ao que temos de negócio, utilizando soluções que ofereçam o suporte necessário para o funcionamento e continuidade das atividades indústrias, comerciais e de serviços que compõem o negócio.

Aqui, utilizamos TI como provedora de soluções e responsável por manter o negócio 100% em funcionamento (podemos chamar isto de business continuity). Assim, a turma de TI (muitas empresas não possuem este pessoal em sua estrutura ou nem tem esta área terceirizada) precisa implantar soluções de gestão, segurança, monitoramento, recuperação de desastres e tudo mais que for necessário para manter o negócio em funcionamento.

Planejar seu Negócio alinhado à TI

No caso de se planejar o negócio alinhado à TI, a coisa muda. E bastante. Nesta abordagem não utilizaremos a Tecnologia da Informação apenas como provedora de soluções, mas também como parte do processo do Planejamento Estratégico, que está ligado a diversas variáveis, desde o objetivo, meta, até a participação de cada colaborador no desenvolvimento do negócio.

Unindo os planejamentos estratégicos e o de TI, pode-se encontrar a melhor maneira de organizar a empresa, não só pela necessidade, mas sim como um todo.

Muitos administradores gostam de definir metas, mas sem o envolvimento da TI. Em alguns casos até podem ser alcançados, caso a metodologia eólica funcione, mas neste caso é comum definir as metas sem ferramentas que ajudem na decisão. Aí, acaba entrando outra variante: “vamos torcer para tudo dar certo”.

Agora, a turma que tira proveito da Tecnologia da Informação, além de utilizar dos recursos necessários para se obter o melhor e mais seguro dos caminhos para definir as metas, objetivos e direção que a empresa deve seguir, também conta com a tão conhecida “busca por soluções inovadoras por parte dos especialistas de TI”, o que torna crucial o alinhamento dos planejamentos para ajudar as empresas a se destacarem e continuarem no mercado com mais solidez.

Durante estes anos de estrada na área de TI, ajudando empresas na busca por melhorar seus processos, encontramos desde pequenas empresas que possuem bem definido o que querem e para onde querem ir, além de saber como fazer isso e ter bem claro qual será o esforço necessário para isso. Isto acontece, creditem, até em grandes empresas, com algumas delas sem qualquer processo definido, estando totalmente perdida pelo caminho a ponto de não possuírem um departamento de TI.

Em muitas empresas a equipe de TI é responsável apenas pelo Help Desk, ou seja, apenas realiza as tarefas de configurar e-mail, trocar mouse e teclado, entre outras tarefas nada relacionadas com tomada de decisão e com o futuro do negócio. Nestes casos costumamos dizer que temos o departamento de “Help Esqueci”. Em empresas que possuem um “departamento de TI” que serve apenas para tocar tarefas acima mencionadas, corre-se o risco de se perder não somente o espaço pela competitividade, mas também o espaço geográfico. O foco.

As empresas que valorizam e enxergam a importância da Tecnologia da Informação no processo de planejamento e de decisão, vão mais longe, pois, graças ao investimento realizado em TI consegue obter os resultados planejados.

Na busca pela melhoria contínua dos processos de negócios e se manter em destaque no mercado, estas empresas criam e desenvolvem áreas de INOVAÇÃO alinhadas à tecnologia e não apenas tratam de lidar com as tecnologias que poderão ser utilizadas, mas sim manejam e planejam todas as ações e necessidades de cada área. Com isso conseguem um plano unificado de ação, resultado em uma empresa ativa e viva.

Fonte: Decision Report

Categories: Negógios Tags: ,
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux